User Overview

Followers and Following

Followers
Following
Trendsmap

History

Total Followers - Last Year
Daily Follower Change - Last Year
Daily Tweets - Last Year

Tweet Stats

Analysed 14,095 tweets, tweets from the last 85 weeks.
Tweets Day of Week (UTC)
Tweets Hour of Day (UTC)
Key:
Tweets
Retweets
Quotes
Replies
Tweets Day and Hour Heatmap (UTC)

Tweets

Last 50 tweets from @dbelemlopes
In reply to @dbelemlopes
Tem para adulto também. Investidores bursateis conhecem bem.
 
In reply to @dbelemlopes
Me impressiona é como isso pouco repercutiu. O mal que Bolsonaro causou já é tamanho que até frases absurdas assim foram banalizadas e não repercutem mais.
Replying to @BernardoLepore
Pois é. Lembro-me de quando líderes de países exóticos diziam coisas desse tipo e nós nos assustávamos. Hoje nós somos um daqueles países exóticos.
 
In reply to @dbelemlopes
Em um dado momento a coisa tava tão polarizada que quando eu disse que falando só de futebol tivemos em sequência dois dos cinco melhores técnicos da América do Sul (ainda que diferentes entre si) quase apanhei aqui. 😂
Cuca é um excelente gestor de grupo, bom planejador, etc. Também tem estofo no futebol, dentro das quatro linhas. Dedicado para caramba. O Sormani repete que o Flamengo tem mais elenco (isto é, mais gente de nível à disposição), mas o Galo tem mais comissão técnica. Ele tá certo.
 
Eu queria ser uma mosca para estar na sala do pessoal do marketing da Bepantol amanhã. #EntendedoresEntenderão
Replying to @antoniotabet
Bepantol? A pomada de bebê?
 
In reply to @Munaier
Bolsonarista alienado/a, é o seguinte: futebol e política se misturam desde sempre. O próprio rei do gado mistura o tempo todo. Só alguém incapaz de interpretar texto e concatenar as ideias não percebe isso (ok, acabei de descrever as características de um apoiador do genocida)
Replying to @Munaier
Caio Ribeiro e Tiago Leifert não curtiram o seu tweet.
 
In reply to @gallomineiro
Reconhecer que sampaoli e cuca foi a melhor sequencia de treinadores que já tivemos aqui parece que é difícil... a maioria cai nessa idiotice, inclusive a imprensa. Hoje o junior brasil disse que o sampaoli tinha que aprender com o cuca ... é brincadeira
Sim, bom ponto. Há diferenças, mas também há muita continuidade. Sampaoli é grande. Cuca também é.
 
In reply to @dbelemlopes
E o conteúdo é pior que o título.
 
Não adianta argumentar que o título do editorial é "bait", que não reflete com precisão o conteúdo, etc. O estrago causado, seja pelo jornal carioca, seja pelo paulistano, é enorme. Assim morrem as democracias.
Replying to @dbelemlopes
Estive na Venezuela em 2014. Li todos os jornais de maior circulação que havia para comprar. A imprensa oficial, como sói ocorrer, mentia e se afogava em demagogia. A oposição, incrivelmente virulenta e golpista, já não tinha pudor de defender caminhos extralegais. Deu no que deu
 
Não adianta argumentar que o título do editorial é "bait", que não reflete com precisão o conteúdo, etc. O estrago causado, seja pelo jornal carioca, seja pelo paulistano, é enorme. Assim morrem as democracias.
 
E O GALO? 😏
Replying to @Mineirao
Adivinha aí quem ganhou de novo? 🥰
 
 
In reply to @gallomineiro
Guga fez uma partida impecável
Guga, veja você, nem me irritou hoje
 
Somando Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores, o Flamengo tem 2 jogos A MENOS que o Galo. Não justifique sua posição na tabela pelo excesso de jogo, Renato. Bitch, please.
Replying to @Munaier
O discurso dele só engana quem está disposto a ser enganado. Faz lembrar um outro caso, de maior escopo e impacto...
 
Sampaoli segurou hoje um PSG escalado com Neymar, Messi, Mbappe e Di Maria.

Mas ele não sabe nada, quem sabe é o José Carlos, funcionário da Vale, 53 anos que achava que Sampaoli ferrava o Galo por não escalar Rafael e Tardelli.
 
In reply to @dbelemlopes
Muito bonito, mas jogar bola que é bom o time não joga
 
In reply to @dbelemlopes
O Brasil e que nem o Atletico Mineiro. Um dia a torcida chora de emoção ao ver o Reinaldo e no outro de raiva ao ver o Kanapkis.
 
A técnica da seleção feminina de futebol, de origem sueca, cantando Anunciação, de Alceu Valença. Esse é o Brasil que está eclipsado por Bolsonaro.
 
In reply to @dbelemlopes
Tava na hora de um Jair dar um motivo pro brasileiro sorrir.
Replying to @nathanmpds
Hahaha Como um jornal aqui de BH estampou certa vez na capa:
 
 
In reply to @dbelemlopes
Porta voz da austeridade (eufemismo, é claro)
Replying to @cpessanha
Uma tristeza. Aposto que Bolsonaro, indiciado por crimes contra a humanidade, jamais mereceu o adjetivo.
 
In reply to @gussanmir_90
A pergunta era retórica. Eu queria saber se o @Estadao fez alguma nota equivalente sobre o PSDB. Ou ela tb precisa de autocrítica?! 😉
Replying to @brsneuro @gussanmir_90 and 1 otherfalse
Bolsonaro, ora acusado de crime contra a humanidade, já mereceu o epíteto de diabo?
 
Dawisson Belém Lopes Retweeted ·  
In reply to @ThiagoSussekind
Importante colocar nesses termos. Ele acabou com o nosso programa social mais bem-sucedido, que deveria ser permanente, com um desenho excelente e que precisava apenas de ajustes. Trocou isso pela dúvida, pela dúvida com validade, pelo desenho ruim, mais caro e eleitoreiro.
 
2 meses após a tomada de Cabul pelo Talibã, a popularidade de Joe Biden segue caindo.
 
Foi-se o tempo em que a demonização de um partido político era só força de expressão.
 
In reply to @utsch
Passa rápido, né? A gente lembra de Chico Buarque, Jô Soares, dá um sorrisinho, e já franze o ceno de novo ao relembrar que amanhã tem Cuiabá.
 
In reply to @dbelemlopes
Replying to @omarcelovalenca
Mando às 18h de hoje. Pode estar ou não acompanhado por um sticker. A ver.
 
In reply to @dbelemlopes
O melhor é que eles agem como se este governo não fosse militar e como se eles não tivessem culpa nenhuma no cartório.
Replying to @vinicius_nmotta
E mais: como se não grandes beneficiários dos aportes materiais (soldos e cargos, sobretudo) para as FFAA.
 
A referência ao "mensalão de última geração", o orçamento secreto de Bolsonaro, chega a ser divertida. O curioso, porém, é como normalizamos a transformação dos generais, ainda que na reserva, em comentaristas políticos. "Há algo de muito errado que não está certo", dizem por aí.
 
In reply to @dbelemlopes
Seja mais discreto, Dawisson. Ele é um psico🦆 (no feminino). 🙊
 
In reply to @Vania_vav
Acho que foi o João Moreira Salles quem primeiro notou a compulsão sexual que JB tem pela morte. É isso. Ele não se contém.
 
Quão necrófilo é alguém que, diante de um quadro de gradual controle da pandemia em virtude da imunização coletiva, tenta amedrontar a sua população com fake news sobre AIDS?

PS. Necrófilo foi o termo que encontrei para sublimar aquilo que eu realmente gostaria de ter escrito.
 
Dawisson Belém Lopes Retweeted ·  
Álbum do Caetano, livro do Chico, filme do Wagner... É incrível, mas o Brasil ainda terá algum jeito.
 
In reply to @dbelemlopes
Já vi revoltas acontecendo por menos…
Replying to @Munaier
A des-wrightização, processo também conhecido como "desmame", será muito duro para os seus antigos beneficiários
 
❤️‍🔥 Um momento feliz do @jornalnacional hoje, mandando coração pra Clarice Lispector que ganhou exposição em SP. Ela merece, concordam?
 
A situação de Bolsonaro é horrível. Precisa honrar a promessa que fez a líderes religiosos para tentar estancar sangria no eleitorado evangélico. Por outro lado, mostrará tanta fraqueza se for derrotado que, inadvertidamente, vai ele mesmo induzir a fuga dos pastores e eleitores.
 
Jogando desfalcado fica mais difícil né Flamengo pic.twitter.com/Y49xv19xOb
Replying to @Munaier
Isso não é um desfalque; é um desmanche
 
E aquela simpatia momentânea pelo Fluzão!
Replying to @utsch
Passa rápido, né? A gente lembra de Chico Buarque, Jô Soares, dá um sorrisinho, e já franze o ceno de novo ao relembrar que amanhã tem Cuiabá.
 
 
 
Eu só não vou escrever o que estou pensando (e sei que vocês também estão) pra não zicar.
Replying to @gallomineiro
Atlético X Cuiabá virou semifinal de Copa do Mundo
 
A defesa do Flamengo é uma baba.
Replying to @gallomineiro
Olha o negócio encaminhando...
 
A política externa pós-diplomática segue o seu curso pic.twitter.com/01RMSpoYeh
Replying to @dbelemlopes
Aqui, para quem se interessar, um artigo de minha autoria sobre o tema. Posso enviá-lo por e-mail, se alguém quiser ler. Basta deixar o endereço nos comentários. tandfonline.com/doi/abs/10.108…
 
Manchete na última edição da maior revista semanal do mundo, a centenária Economist. Na cracolândia bolsonarista, a tradução é: "Bolsonaro livra o país dos crimes e é o mais amado do Brasil".
 
In reply to @arrobagaf
porque misturá-las é bastante desonesto com milhares de pessoas que estavam justamente militando pelo direito à cidade
Esse discurso moralista, que transforma tudo em "acusação" e "desonestidade", é o que me desanima a seguir com o papo. Deixo um abraço. Até.
 
In reply to @dbelemlopes
uma coisa foram as jornadas enquanto a pauta era o transporte público outra era a avalanche de verde-amarelos ricos falando mal da Dilma não dá pra misturar essas duas coisas
Acho que dá, sim. Ou a gente não entende o protagonismo de MBL e quejandos. E a composição do Congresso que emerge das urnas, em outubro de 2014.
 
In reply to @dbelemlopes
Essa ideia de que tava tudo bem em 2013 pq o país crescia e tinha taxa baixa de desemprego é muito míope. As cidades brasileiras sempre foram concentradoras de poder e aquela erupção social faz todo sentido naquele momento: tava na hora de discutir a fundo as questões urbanas
As Jornadas de Junho são a pontinha de um colossal iceberg, salvo melhor juízo. O que estou dizendo é o contrário da "ideia de que tava tudo bem em 2013". É o oposto diametral. E, justamente por isso, eu não apostaria as minhas fichas na "questão urbana" como variável decisiva.
 
In reply to @dbelemlopes
não, esse tipo de acusação é lamentável as jornadas diziam respeito ao direito à cidade e quem se recusa a reconhecer isso só faz o jogo de cooptação da direita
Replying to @arrobagaf
Que bom que você está seguro a respeito do que significou aquela erupção social. Minha hipótese - não é "acusação" - é bem outra, como dá para perceber. E não é de hoje.
 
Muito interessante. Será que já dá para chamar as Jornadas de Junho de Revolta do 1% ou a gente deixa para a semana que vem?
Replying to @dbelemlopes
Apenas para o meu comentário ficar menos hermético, reproduzo aqui o gráfico que mostra com clareza os resultados do estudo.
 
Muito interessante. Será que já dá para chamar as Jornadas de Junho de Revolta do 1% ou a gente deixa para a semana que vem?
Desigualdade de renda no Brasil caiu de 2002 a 2015, aponta estudo inédito www1.folha.uol.com.br/mercado/2021/1…
 
In reply to @dbelemlopes
Claro que vai dar certo....
Replying to @RajaoPhD
Padrão San Martín, chancelaria argentina.
 
 
Free access is provided to the 8 hour timeframe for this page.

A Trendsmap Explore subscription provides full access to all available timeframes

Find out more

This account is already logged in to Trendsmap.
Your subscription allows access for one user. If you require access for more users, you can create additional subscriptions.
Please Contact us if you are interested in discussing discounts for 3+ users for your organisation, or have any other queries.