User Overview

Followers and Following

Followers
Following
Trendsmap

History

Total Followers - Last Year
Daily Follower Change - Last Year
Daily Tweets - Last Year

Tweet Stats

Analysed 13,446 tweets, tweets from the last 253 weeks.
Tweets Day of Week (UTC)
Tweets Hour of Day (UTC)
Key:
Tweets
Retweets
Quotes
Replies
Tweets Day and Hour Heatmap (UTC)

Tweets

Last 50 tweets from @oatila
In reply to @oatila
O que você vê na esquerda é um padrão, uma solução com pedacinhos de DNA de vários tamanhos. Na direita ficam as amostras. Aí você confere se a sua amostra tem o tamanho certo em relação ao padrão, pra ver se a reação deu certo.
Replying to @oatila
É separando os pedacinhos dessa forma que se faz o teste de paternidade que ganhou o nome de teste do DNA. Os pedacinhos da criança precisam ter tamanhos equivalentes aos pedaços da mãe e do pai juntos.
 
Isso é uma gelatina de agarose com furinhos no topo. Nos furinhos, colocamos as reações com DNA e corante. Aí você coloca esse gel na água com sal em uma corrente elétrica. O DNA é - e corre pro pólo +. E o gel separa as moléculas de DNA pelo tamanho, as maiores ficam pra trás.
Replying to @oatila
O que você vê na esquerda é um padrão, uma solução com pedacinhos de DNA de vários tamanhos. Na direita ficam as amostras. Aí você confere se a sua amostra tem o tamanho certo em relação ao padrão, pra ver se a reação deu certo.
 
Isso é uma gelatina de agarose com furinhos no topo. Nos furinhos, colocamos as reações com DNA e corante. Aí você coloca esse gel na água com sal em uma corrente elétrica. O DNA é - e corre pro pólo +. E o gel separa as moléculas de DNA pelo tamanho, as maiores ficam pra trás.
Got a really nice time-lapse video of my DNA gel today as the bands moved through the agarose 😊 pic.twitter.com/Rj3gpo19OA
 
Pronto gente. O pai da menina, Sr. Haroldo, me agradeceu. Estão satisfeitos? pic.twitter.com/2LMprrMJy1
Replying to @ladyrasta
A realidade é muito diferente do Twitter e é fácil esquecer disso. Parabéns pela ação, vai fazer muita gente pensar nisso e se precaver.
 
So you work in the Amazon? Oh wow! Many bugs?
Well.... pic.twitter.com/gPoj5RnBLk
 
In reply to @oatila
Ou tá bem de assessor
Replying to @henriquefrank
Tem que passar o contato dele pro Ministério da Saúde
 
Além do show de atleta, aos 13 anos a Rayssa também ganha a medalha de ouro em consciência sanitária. Parabéns pelas Olimpíada e pela preocupação, Rayssa. Bem-vinda de volta!
Recadinho para a galerinha de Imperatriz 👇

Tô cheganuuu! Só vai rolar 👋🏽 de longe, sem aglomeração 😷

Se cuidem! Usem máscara, álcool em gel, evitem aglomerações e tomem a vacina, para tudo isso passar logo!

😘 pic.twitter.com/r3CExrR4yP
 
Onde a delta passa as vacinas E as outras medidas de distanciamento se mostram ainda mais essenciais.
👉👉 @CDCgov muda orientação sobre uso de máscaras nos EUA: todos, incluindo vacinados, devem utilizá-las em locais fechados nas regiões em que há alta transmissão do novo coronavírus. Mudança ocorre após aumento de casos novos da doença, a maioria causada pela variante delta.
 
In reply to @oatila
Pela obrigação de ter o Lattes e mantê-lo em dia pra se poder fazer pesquisa no Brasil, ele se tornou um registro da ciência que deveria ser permanente. Quer saber quais universidades mais produzem, quantos pesquisadores saíram do Brasil (e quantos não voltaram), etc.? Tá lá.
Replying to @oatila
Pendurando aqui a fala do CNPq de que não perderam os dados. Vou manter o fio no ar por falar da importância da Plataforma
Informe CNPq
Em continuidade aos comunicados sobre a indisponibilidade dos sistemas do CNPq, incluindo as Plataformas Lattes (Currículo Lattes, Diretório de Grupos de Pesquisa, Diretório de Instituições e Extrator Lattes) e Carlos Chagas, fazemos os seguintes esclarecimentos. pic.twitter.com/U3VtkrTdfm
 
In reply to @oatila
Eu não tenho lattes. O ORCID me parece ser maior.
Replying to @lppferreira
Não é detalhado como o Lattes, nem tem os registros de tanto tempo ou de uma parcela tão grande de pesquisadores de um país.
 
In reply to @oatila
O Lattes não é só um banco de currículos, é um museu da ciência detalhadíssimo, que arquivou o resultado de todas as políticas científicas e educacionais das últimas décadas. E quem morreu não preenche Lattes de novo.
Replying to @oatila
Pela obrigação de ter o Lattes e mantê-lo em dia pra se poder fazer pesquisa no Brasil, ele se tornou um registro da ciência que deveria ser permanente. Quer saber quais universidades mais produzem, quantos pesquisadores saíram do Brasil (e quantos não voltaram), etc.? Tá lá.
 
Se perderem os dados da Plataforma Lattes, não é “preencher de novo”. É perder a história da ciência nacional das últimas décadas. É o banco mais completo de cientistas do mundo, até onde sei. Em especial pelo tanto de detalhes, identificador único (CPF) e volume de cientistas.
Replying to @oatila
O Lattes não é só um banco de currículos, é um museu da ciência detalhadíssimo, que arquivou o resultado de todas as políticas científicas e educacionais das últimas décadas. E quem morreu não preenche Lattes de novo.
 
Se perderem os dados da Plataforma Lattes, não é “preencher de novo”. É perder a história da ciência nacional das últimas décadas. É o banco mais completo de cientistas do mundo, até onde sei. Em especial pelo tanto de detalhes, identificador único (CPF) e volume de cientistas.
 
Conforme a delta se espalha, mais estados nos EUA precisam voltar pra trás e reintroduzir uso de máscaras e distanciamento. É impressionante o país ter vacinas sobrando e tanta gente sem se vacinar colocando a vida dos outros em risco. cnn.com/2021/07/25/us/…
 
Depois do 3o recorde seguido de casos de COVID, Louisiana nos EUA volta a recomendar uso de máscara em ambientes fechado. É um dos estados com menos vacinação no país e 93% dos casos são entre quem não se vacinou. Os casos em vacinados foram mais leves. wwno.org/public-health/…
Governor Issues New Advisory To Wear A Mask Indoors As Delta Blazes Through Louisiana
wwno.org
 
Toda prudência e preocupação com preços e afins que deram na CPI pra não comprar mais doses via Covax foi embora quando quiseram pagar mais caro por 400 milhões de doses imaginárias de AstraZeneca depois de um chope. Agora este vídeo desmente ainda mais:

youtu.be/5IWDjw6jC_c
 
Como essa vacina já estava comprada antes das vacinas da Pfizer e da Janssen, que já fizeram testes clínicos no Brasil e se mostraram seguras e eficazes?
A Anvisa decidiu agora há pouco suspender os estudos clínicos sobre a Covaxin, no Brasil.

➡ Acompanhe as atualizações na #GloboNews e nos #CanaisGlobo: glo.bo/39WjXAu pic.twitter.com/h752f5XRNH
 
In reply to @oatila
VAI TER OS MARCADOR LÁ EMBAICHO DA LIVE NOVA PRA JENTE PODER VER OS PONTO MAIS IMPORTANTE, ÁTILA??? youtube.com/watch?v=CYD8Mm… ME DESCULPE A CINCERIDADE MAS O CENHOR NÃO É TÃO BONITO A PONTO DA JENTE VER TUDO AS 1h30
Replying to @RaUL_AMDERLAINE
Habilitei a função e esqueci de marcar os minutos! Desculpe agredir as vistas
 
Cada dia que vejo o @jornal_cultura com o Gonzalo Vecina (instagram.com/gonzalovecina/), fico mais fã.
 
Isso pra quem tem mais de 60 anos. São muitas vidas salvas, ainda mais no Brasil, que não controla a pandemia.
 
 
O ritmo da segunda dose começa a subir, finalmente! Tb devemos passar a média de 1,5 milhão de doses aplicadas por dia, o que é fundamental para vacinar todo mundo em 2021.

Tb acho impressionante como o gráfico registra quanto a política do "não segura dose" em abril atrapalhou.
In reply to @vacinacovidbr
É recorde 🏆 Essa é a maior média móvel de aplicação total de vacinas já registrada desde o início da pandemia, e a segunda maior aplicação total de doses 🥈 pic.twitter.com/yziGmqGBS9
 
Segunda-feira tem conversa sobre COVID com a @mellziland no @iserrapilheira. Vou contar como funciona a atualização de vacinas da gripe e o que podemos esperar das variantes do coronavírus :)
🦠 💉#VarianteDelta no Brasil? As #vacinas são eficazes contra ela? Terceira dose? Na próxima segunda-feira, 26, @oatila e @mellziland, da @analise_covid19, vão debater essas e outras questões sobre a Covid-19. A conversa será no Instagram. Compartilhe! instagram.com/institutoserra… pic.twitter.com/3s9gBXHncn
 
In reply to @oatila
a conexão Mini USB do Blue Yeti é nojentíssima, bem mais frágil que o padrão USB-B se não deu problema no plug do microfone, basta comprar um novo cabo USB-B pra USB-A
Replying to @ph4ntomlord
O problema é no plug mesmo.
 
O que deu engasgo no áudio da minha última live foi um mal contato do fio do meu microfone USB, que ficou um tanto torto desde quando derrubei. Sabem recomendar um reparo para um Yeti em São Paulo?
 
Estavam dizendo que sou milionária porque a minha empresa bateu o faturamento de 1 milhão de reais.

Mas você sabe a diferença entre faturamento e lucro?

Aqui eu contei tudo 👇🏾
youtu.be/xp2MTS_hqQk pic.twitter.com/B4TWSdZrac
Replying to @nathfinancas
Parabéns anyway. Todo sucesso pra quem faz um conteúdo tão bom :)
 
O Brasil tenta seguir um outro cenário, que é a naturalização. Já naturalizamos mortes por dengue, violência contra mulheres, contra LGBTs, contra negros, contra pobres... agora tentamos emplacar mais uma.
Em epidemiologia de doenças infecciosas temos 3 cenários possíveis no pós-pandemia: Controle, Eliminação e Erradicação. Aqui a pandemia segue descontrolada, mas os governos querem te fazer acreditar q ela está no estágio pós-pandêmico. ERRADO. Ainda teremos muito trabalho a fazer
 
"Ah, mas não houve compra da Covaxin, não saiu um real do Brasil."
Quadrilha rouba um banco, mata centenas de seguranças e civis durante o assalto, mas é capturada na saída do banco com 500 milhões.

Segundo a teoria negacionista, não houve crime, pois o $ foi recuperado.

#CPIdaPandemia #CPIdaCovid
 
Não mostraram isso.

O que está cada vez mais claro é que tem que mirar na circulação de ar. A delta aparece mais cedo e em quantidades até mil vezes maiores na garganta dos doentes, de onde sai pela saliva.

Máscaras PFF2 bem colocadas barram qualquer variante.
In reply to @oatila
Átila, sabe dizer se a delta também dura mais em superfícies que as demais ou se seria a mesma coisa? É necessário alguma atenção extra para desinfetar compras do supermercado?
 
In reply to @oatila
48% vacinados. Mortes não aumentaram no último mês. É só escrever EUA Covid no Google.
Replying to @andrellyra
Claro que serão bem menos em relação aos casos de ondas passadas, por conta das vacinas. Mas primeiro aumenta hospitalização, depois aumentam as mortes.
 
E como fica a justificativa da compra (que aconteceu, só foi suspensa) da Covaxin, se nem a fabricante reconhece os documentos que o Ministério da Saúde apresentou como sendo dela?

Fica cada vez mais claro que esse foi o processo de compra.
g1.globo.com/politica/cpi-d…
GIF
 
In reply to @oatila
Como disse, tem bastante ressalva twitter.com/robertokraenke…
Replying to @oatila
Sobre o burburinho "BR está dominado pela variante delta! RJ já está com 16% de delta!" e afins, sugiro esse fio do Kraenkel e adiciono mais alguns comentários que fiz em outro fio também sobre a delta. Bora lá +
 
In reply to @oatila
Vale a ressalva de que temos pouca vigilância aqui e ainda precisamos dos resultados de centros como a Fiocruz acompanhando mais regiões como o Amazonas. Mas é questão de tempo para isso se confirmar, pelo visto.
Replying to @oatila
Como disse, tem bastante ressalva twitter.com/robertokraenke…
Há um gráfico circulando que mostra uma porcentagem altíssima da variante delta nos casos brasileiros de Covid-19, praticamente deslocando a gamma. Eu acho esse resultado completamente implausível. #covid #DeltaVariante
 
In reply to @oatila
Vale a ressalva de que temos pouca vigilância aqui e ainda precisamos dos resultados de centros como a Fiocruz acompanhando mais regiões como o Amazonas. Mas é questão de tempo para isso se confirmar, pelo visto.
 
E as hospitalizações por COVID na Flórida, onde se vacina pouco, já estão chegando em níveis bastante preocupantes.
Time to return to indoor mask policies in states that are surging. It happened sooner than I expected, but when hospitalization trends look like this, something has to change. pic.twitter.com/aIOSRUfalh
 
Cientistas: usamos 20 mil genomas do SARS-CoV-2, geolocalização e a melhor metodologia que temos para reconstruir a origem da variante Alpha. Ela surgiu pq as pessoas estavam circulando com o vírus pelo Reino Unido.

Negacionista: variantes surgem do sofá de quem fica em casa.
The establishment of #COVID19 variants relies on "super-seeding" events. Our paper integrating genomic, case, testing, & mobility data to study B.1.1.7 is out in @ScienceMagazine. Co-led w/ @MOUGK, @arambaut, & @EvolveDotZoo. 1/11 science.sciencemag.org/content/early/…
 
In reply to @oatila
Já quando o voluntário estava presente, as crianças e os chimpanzés checam o pote que ele apontou, mesmo tendo visto que não tem comida lá. A interpretação é que crianças e chimps confiam no voluntário acima de tudo. Já os cachorros ignoram o que ele aponta e vão no pote certo.
Replying to @oatila
Os cachorros checam mais o pote errado quando o voluntário não podia ver do que quando os voluntários presenciam a troca. Parecem diferenciar um erro honesto de uma mentira. Então, já sabe, se viu alguém falar para não se vacinar, mas essa pessoa se vacina, confie no que você vê.
 
In reply to @oatila
Quando o voluntário estava ausente e não podia ver, crianças, chimpanzés e cachorros ignoram o pote errado que ele aponta e procuram no pote onde viram a comida ser colocada. A interpretação é que sabem que o voluntário tem informação incompleta, a crença falsa.
Replying to @oatila
Já quando o voluntário estava presente, as crianças e os chimpanzés checam o pote que ele apontou, mesmo tendo visto que não tem comida lá. A interpretação é que crianças e chimps confiam no voluntário acima de tudo. Já os cachorros ignoram o que ele aponta e vão no pote certo.
 
In reply to @oatila
A ideia é que quando o voluntário estava ausente, aponta para o pote errado porque tem uma falsa crença. Já quando ele está presente, aponta para o pote errado sabendo que está errado. O teste checa se os participantes (crianças ou outros animais) reconhecem crença falsa.
Replying to @oatila
Quando o voluntário estava ausente e não podia ver, crianças, chimpanzés e cachorros ignoram o pote errado que ele aponta e procuram no pote onde viram a comida ser colocada. A interpretação é que sabem que o voluntário tem informação incompleta, a crença falsa.
 
In reply to @oatila
O experimento do artigo é bem legal. Um voluntário sempre aponta para o pote certo com comida escondida. Aí, na frente do cachorro, trocam a comida de pote em 2 condições: voluntário junto ou ausente. Em seguida, o voluntário aponta para o pote errado, onde a comida estava antes.
Replying to @oatila
A ideia é que quando o voluntário estava ausente, aponta para o pote errado porque tem uma falsa crença. Já quando ele está presente, aponta para o pote errado sabendo que está errado. O teste checa se os participantes (crianças ou outros animais) reconhecem crença falsa.
 
Cachorros não acreditam em quem claramente está mentindo, ao contrário de crianças com menos de 5 anos de idade ou chimpanzés.

Faça como os cachorros fariam e se vacine. Segue o fio.
royalsocietypublishing.org/doi/10.1098/rs…
Replying to @oatila
O experimento do artigo é bem legal. Um voluntário sempre aponta para o pote certo com comida escondida. Aí, na frente do cachorro, trocam a comida de pote em 2 condições: voluntário junto ou ausente. Em seguida, o voluntário aponta para o pote errado, onde a comida estava antes.
 
Cachorros não acreditam em quem claramente está mentindo, ao contrário de crianças com menos de 5 anos de idade ou chimpanzés.

Faça como os cachorros fariam e se vacine. Segue o fio.
royalsocietypublishing.org/doi/10.1098/rs…
 
Por conta da live, não vi nem li notícias e tinha perdido a revelação de hoje do @TheInterceptBr com a depoente combinado as perguntas que seriam feitas pra ela na CPI pela bancada pró cloroquina. Ironia extrema um robô falando isso hoje.
Jura que ainda tentam emplacar esse argumento depois da CPI mostrar o tanto de intermediário, cambista, preço superfaturado e patrocínio de fabricantes de tratamento precoce que temos? pic.twitter.com/zs7eNvor8g
 
Jura que ainda tentam emplacar esse argumento depois da CPI mostrar o tanto de intermediário, cambista, preço superfaturado e patrocínio de fabricantes de tratamento precoce que temos?
 
Descobri hoje que um efeito adverso da vacina parece ser ficar sem som na live...
 
O efeito de vacina a logo prazo é ficar grisalho ou calvo
 
O efeito de vacina a logo prazo é ficar grisalho ou calvo
Os efeitos da vacina a longo prazo, meu caro líder dos Autobots, é estar imunizado contra COVID-19.
 
In reply to @oatila
Ei, tem algum vídeo teu que fale sobre a criatividade? Me veio na cabeça agora que isso deve ter sido muito determinante na nossa evolução, e é algo que parece ser limitado nos outros seres vivos, e quase que ilimitado nos humanos. Eu assistira um vídeo sobre isso com certeza.
Replying to @OrlandoABP
Logo mais, em agosto :)
 
In reply to @oatila
uma duvida: me vacinei com a dose única da janssen no dia 14/07. No dia 18/07 minha irmã testou positivo pra covid e eu tive contato com ela (não sabia que ela tinha se infectado) nesse caso eu perco o efeito da vacina? Devo me vacinar de novo depois de 14 dias?
Replying to @eupedrro
Espero que você não pegue nada, mas quanto à vacina, não se preocupa. Não deu tempo de ela te proteger, mas não tem como perder o efeito dela.
 
Roteiro preparado, agora é hora de colocar as figuras no OBS para logo mais. Impressionante como preparar as lives me lembram de como era preparar as aulas.
Amanhã, 20:15, tem live sobre o que sabemos sobre a Variante Delta e o que esperar com nossa vacinação crescente.
youtu.be/CYD8Mmfkq6Y
 
 
Free access is provided to the 8 hour timeframe for this page.

A Trendsmap Explore subscription provides full access to all available timeframes

Find out more

This account is already logged in to Trendsmap.
Your subscription allows access for one user. If you require access for more users, you can create additional subscriptions.
Please Contact us if you are interested in discussing discounts for 3+ users for your organisation, or have any other queries.